quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Mais de 60 casais gays casarão no primeiro enlace múltiplo em Porto Rico


San Juan, 16 ago (EFE).- Mais de 60 casais do mesmo sexo contrairão casamento neste domingo no primeiro enlace múltiplo deste tipo em Porto Rico, fato histórico possível graças à decisão do Suprema Corte dos Estados Unidos de declarar constitucional essas uniões.

O ato será realizado na Velha San Juan, diante da sede da Companhia de Turismo de Porto Rico, agência que promove a ilha como destino internacional de bodas para pessoas do mesmo sexo. Ali, 63 casais do mesmo sexo se casarão perante líderes de distintas congregações religiosas no centro histórico e colonial da capital porto-riquenha. A ativista homossexual e organizadora do evento, Ada Conde, sustentou em entrevista coletiva nesta semana que cada casal decidirá com qual líder religioso contrairá seu casamento, já que haverá representantes de diferentes confissões religiosas, incluída a muçulmana e a budista. A festa começará às 13h local (14h, em Brasília) com um coquetel de boas-vindas a convidados e conjugês, para depois interpretar a marcha nupcial com a qual começará a cerimônia.

Dos 63 casais, quatro renovarão seus votos e entre os conjugês haverá cubanos, chineses, venezuelanos, dominicanos, haitianos e residentes no estado do Havaí (EUA). Os novos casais se beneficiarão dos mesmos direitos com que contam os casais heterossexuais, como realizar conjuntamente as declarações sobre renda, direitos de pensões e herança, como estipula o Código Civil de Porto Rico.

A cerimônia múltipla é realizada depois da decisão de 26 de junho da Suprema Corte dos Estados Unidos de declarar constitucional estas uniões, o que afeta Porto Rico como Estado Livre Associado ao país americano. EFE jm/ff

Fonte: Athos

Nenhum comentário:

Postar um comentário