domingo, 15 de junho de 2014

Copa: Curitiba terá protesto contra homofobia com bonecos enforcados em dia do jogo do Irã



No dia 16 de Junho, uma segunda-feira, um protesto em Curitiba promete chamar a atenção para a homofobia no mundo. Organizado pela Aliança Paranaense pela Cidadania LGBT e aliados, a manifestação se dará durante o período da manhã na Boca Maldita, tradicional ponto de reivindicações da capital paranaense. Em reunião realizada ontem na sede da entidade, ficou decidido que os protestos serão bilíngues e que haverá dois bonecos enforcados, alusão a pena de mortes a homossexuais no Irã, país que joga na cidade pela Copa do Mundo da Fifa neste dia sua primeira partida contra a Nigéria, outro país que criminaliza a homofobia.

A campanha do grupo se chama "Nesta Copa, homofobia não rola!” e tem como lema “Para a homofobia, cartão vermelho!". A Aliança Paranaense pela Cidadania LGBT lançou no mês passado um manifesto, denunciando a homofobia e a importância de protestar contra países que violam os direitos humanos dos homossexuais.

Um grande mapa com os países que consideram crime o amor entre pessoas do mesmo sexo também será montado no local que ganhará cartazes e sistema de som para chamar a atenção dos transeuntes e da imprensa internacional que estará na cidade por conta dos jogos na Arena da Baixada. Rússia e Argélia também jogam na cidade e são outros territórios intolerantes aos homossexuais. Segundo a ILGA (Associação internacional de gays e lésbicas), em 78 países, é crime ser homossexual e gays são multados, presos ou espancados. Em cinco deles há a pena de morte: Arábia Saudita, Irã, Iêmen, Mauritânia e Sudão --além de regiões da Nigéria e da Somália. Ou seja, 40% dos países membros da ONU cometem a homofobia de forma institucionalizada.

A organização promoverá uma oficina de cartazes, na sede da entidade, um dia antes do protesto. Participe!

Foto: Asgari, 18, e Ayaz Marhoni, 16, enforcados no Irã em 2005

Fonte: Lado A


Nenhum comentário:

Postar um comentário