sábado, 26 de abril de 2014

Justiça manda Exército de Pernambuco reconhecer união homossexual

A briga judicial durou cerca de 2 anos para que o parceiro tivesse o mesmo direito que ocorre com casais heterossexuais. O sargento do exército ganhou a causa e agora o companheiro virou dependente dele dentro da instituição.

É o primeiro caso de união homoafetiva, reconhecida dentro do Exército. “Para nós, foi uma vitória. Já estive no hospital militar para fazer uma consulta e está tudo certo no cadastro como dependente. Agora, temos também o direito de entrar com pedido de auxílio a moradia e receber um apartamento, quando ele voltar a Recife”, diz o universitário, companheiro do sargento.

O caso aconteceu na cidade de Recife no estado de Pernambuco.

Fonte: DM

Nenhum comentário:

Postar um comentário