sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Coordenação LGBT de São Paulo poderá ter orçamento de R$ 3,8 Milhões em 2014


A Prefeitura de SP quer que no próximo ano a Coordenação LGBT tenha um orçamento de 3.8 milhões de reais. Essa foi a proposta da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão da Prefeitura de São Paulo enviada à Câmara Municipal de São Paulo para a Lei Orçamentária Anual de 2014. Em 2013, a Coordenação de Políticas LGBT, órgão da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania, desfrutou de um orçamento 1,5 milhão de reais menor, de R$ 3 milhões de reais.

O aumento do orçamento da pasta foi comemorado pelo coordenador, Julian Rodrigues: “Teremos condições de cumprir o Plano de Governo e o nosso Plano de Metas. Trata-se de um compromisso do prefeito Fernando Haddad de que o orçamento municipal contemple, de fato, as políticas de promoção da cidadania LGBT”.

Para 2014 está previsto a criação da primeira unidade móvel de atendimento LGBT, a ocupação e revitalização do entorno do Largo do Arouche, Praça da República e Rua Vieira de Carvalho, o programa Transcidadania, uma campanha de combate à homofobia, além de quatro novos centros de promoção da cidadania LGBT até 2016.

A Câmara de São Paulo ainda não votou a Lei Orçamentária de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário