segunda-feira, 30 de julho de 2012

Crimes de homofobia passam a ser registrados pela Polícia de SP


Dra. Iolanda Aparecida Mendonça

Crimes de agressão e injúria homofóbicas passam a ser identificados pelas delegacias de polícia do Estado de São Paulo, a partir da meia-noite desta sexta-feira, 27 de julho, quando passa a funcionar o novo sistema informatizado de Boletins de Ocorrência.

No momento de registro de uma ocorrência, a população poder especificar o caráter de preconceito por orientação sexual. Com a mudança a comunidade LGBT passa a informar a motivação homofóbica dos crimes e a Polícia Civil começa a ter um maior controle de dados e estatísticas de discriminações. "O segmento LGBT já pode denunciar todo crime de agressão ou injúria por homofobia", salienta a advogada de Direito Homoafetivo e militante Iolanda Aparecida Mendonça.

Segundo a advogada, a inclusão do nome social e orientação sexual das vítimas nos B.O.s também será adotada, além da capacitação de todos os funcionários públicos para o atendimento às vítimas de homofobia.

Fonte: Mix Brasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário