terça-feira, 17 de julho de 2012

Acre - Homossexuais recusam banheiros exclusivos em Feira Agropecuária


O presidente da Ahac (Associação de Homossexuais do Acre), Germano Marinho, rechaçou a intenção do governo estadual de construir banheiros exclusivos para o público LBGT durante a Feira Agropecuária, cuja abertura acontecerá no próximo sábado (21), em Rio Branco.

- Nós somos contra os banheiros destinados aos gays. Somos contra a guetização ou qualquer homofobia internalizada de quem quer que seja. Só falta isso para fecharmos com chave de ouro a vergonha que teremos com essa ridicularização de banheiros gays ou da diversidade, mesmo sendo proposto pelo poder público ou por setores privados.

Marinho disse que é "uma grande controvérsia com a luta dos direitos humanos LGBT colocarem ou distinguir banheiros ou qualquer outro espaço público para homossexuais". Segundo ele, a construção de banheiros para o público LBGT serviria apenas para aumentar a discriminação e o estigma contra os homossexuais.

- O espaço que freqüenta um hetero também é o mesmo espaço para freqüentar um homossexual. No caso de travestis e transexuais, elas têm o direito de freqüentarem o banheiro feminino, de mulheres, por se entenderem e serem mulheres – afirma Marinho em nota.

O presidente da Ahac afirma que é dever do Estado ser laico e fazer campanhas de conscientização de aceitarem com que travestis e transexuais tenham seus nomes sociais aceitos nas chamadas em cadernetas escolares, diminuindo o estigma e preconceito contra o segmento que mais sofre homofobia, respeitando suas identidades de gênero.

Na avaliação de Marinho, é dever do Estado garantir maior conscientização dos agentes públicos para que seus espaços possam ser inclusivos, onde a diversidade não possa ser um fator separatista ou segmentar ainda mais as pessoas pelo que elas são ou sejam.

- Se tivermos um procedente de termos um banheiro, seja ele gay ou da diversidade, abriremos uma janela ainda maior para que de fato as pessoas possam enxergar os homossexuais diferentes de qualquer outro ser humano, que merece e necessita de direitos iguais e não de direitos específicos ou diferentes da maioria dos seres humanos.

Os organizadores da Feira Agropecuária do Acre disseram que chegaram a cogitar a construção dos banheiros exclusivos para homossexuais, mas que tiveram o cuidado de consultar o presidente da Ahac.

- Houve precipitação dele ao tratar o assunto publicamente. Nós não vamos construir os banheiros. Apenas cogitamos e o consultamos sobre isso – disse um dos organizadores do evento.

Fonte: Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário