terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Projeto “Do acolhedor ao Acolhido” - Instituto Joana D'Arc


O Instituto Joana D’Arc lançará no dia 17.02 o Projeto “Do acolhedor ao Acolhido”, na cidade de Guarujá/SP. O projeto tem por objetivo fortalecer e garantir as ações de promoção e defesa dos direitos humanos relacionados a epidemia de HIV/AIDS.
O público-alvo prioritário será de pessoas vivendo com HIV/AIDS e seus familiares, assim como a população LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), moradores da Costa da Mata Atlântica.
         Serão três locais voltados ao atendimento presencial: em Guarujá, na sede do Instituto Joana d’Arc, na AVE (Associação Vida e Esperança), em São Vicente e em Praia Grande, na APIS (Associação de Promoção e Incentivo a Saúde). Ainda, será disponibilizado aconselhamento online, através do site da entidade.
         Segundo JOSÉ RICARDO GONÇALVES, “levando-se em consideração a importância tanto epidemiológica como social da região, este projeto vem para contribuir na discussão sobre Direitos Humanos, que são violados para a população HIV e negados para a população LGBT”, disse.
         O evento, com participação aberta a toda a população, conta com o financiamento do Departamento Nacional de DST/AIDS e Hepatites e parceria com a APIS, o Grupo de Vigilância Epidemiológico 25 da Baixada Santista (GVE-25) e Coordenações Municipais de DST/AIDS e Hepatites da Costa da Mata Atlântica.

Informações para reportagem e outros contatos:

JOSÉ RICARDO GONÇALVES
(13) 3383.2166 / 8113.2682

Nenhum comentário:

Postar um comentário