sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Vitória/ES - Bullying: Pais de menino que se matou após ofensas dizem que pediram transferência de colégio

Reprodução TV Vitória


Os pais do menino que se matou depois de ser vítima de bullying em uma escola de Vitória na última sexta-feira (17) afirmam que já tinham pedido a transferência dele para outra unidade de ensino. Tudo aconteceu depois que o estudante foi humilhado, empurrado e xingado pelos colegas.

A família alega que os abusos já tinham sido comunicados à direção da escola. "Eu não tinha denunciado a situação desse meu filho, mas de outro. O Conselho Tutelar também sabia. Eu pedi o remanejamento dos meus três filhos, mas disponibilizaram vagas em escolas diferentes", lamentou a mãe, Joselia Ferreira de Jesus.    

"Essa mãe falou conosco da situação dos três filhos e nós disponibilizamos três escolas, mas ela não efetivou a transferência", argumentou a secretária de Educação, Vânia Carvalho de Araújo.

O Caso

Na sexta-feira, véspera de Carnaval, Roliver de Jesus foi para a escola em clima de festa, mas acabou se tornando alvo de piadas. Uma colega do menino disse que crianças e adolescentes fizeram uma roda ao redor do menino, que foi humilhado e empurrado.

"Eles o chamaram de gay, bicha, gordinho... Às vezes ele ia embora chorando", comentou.

A vítima deixou uma carta pedindo desculpas pelo suicídio e dizendo que não entendia porque era alvo de tantas humilhações. O menino se enforcou com o cinto da mãe e foi encontrado já desacordado pelo pai. Roliver chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Na escola onde Roliver estudava, outras estudantes sofrem com a violência psicológica. A mãe de uma aluna contou que a filha de 10 anos é vítima de bullying e que perdeu a conta de quantas vezes levou a situação ao conhecimento da direção. "Eu tenho coragem e falei com a diretora, mas ela não resolveu nada até hoje", acrescentou. 

A imagem que ficou para Karen Raquel Tenente, amiga do estudante, é de um menino alegre e sonhador. Para ela, ainda é difícil acreditar no que aconteceu. "Ele dizia que queria ser um grande artista", finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário