terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Turismo LGBT brasileiro é destaque na Espanha antes da Fitur


No final da tarde desta segunda-feira, dia 16, o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) realizou no Hotel Melia Castilla, em Madri, o Seminário LGBT com o objetivo de divulgar os destinos e produtos brasileiros do setor, além de enaltecer o potencial do país. Estiveram presentes profissionais de diversos setores e representantes da Embaixada do Brasil na Espanha e da Organização Mundial do Turismo (OMT). 

O diretor de Produtos e Destinos da Embratur, Marco Antônio Lomanto, enfatizou que o Brasil possui diversos destinos para o segmento LGBT. São Paulo e Rio de Janeiro são consideradas as capitais gays da América do Sul por oferecerem, além de opções de lazer, um menor grau de preconceito. A capital pernambucana Recife vem se destacando como um dos principais destinos de homossexuais no Brasil. Ele citou ainda a Bahia, Amazonas, Bonito e lembrou de Florianopolis, que vai sediar o congresso mundial do turismo do setor este ano. 

“O Brasil tornou-se o principal destino gay da América Latina. Para aproveitar a demanda, o Governo Federal vem capacitando diversos setores do turismo para que a recepção deste turista seja cada vez melhor. Tudo isso com uma meta, transformar o Brasil em um dos principais destinos LGBT do mundo”, disse. 

Para Lomanto, um exemplo para que a consolidação do plano seja mais rápida, foi a conquista do Brasil para sediar o evento anual da International Gay & Lesbian Travel Association (IGLTA) que acontece na primeira quinzena de abril, em Florianópolis (SC), primeiro evento do segmento na América do Sul. “É a primeira vez que a IGLTA acontece na América Latina. Com ela vamos tentar fazer com que o turista que procure o país para este tipo de turismo continue por mais tempo.” 

O representante da Associação Brasileira de Turismo para Gays, Lésbicas e Simpatizantes (Abrat-GLS), Heitor Ferreira Filho, fez discurso semelhante. Além de apresentar um histórico do segmento no Brasil, o executivo fez questão de enaltecer a cooperação técnica realizada pelo órgão com o Ministério do Turismo vem gerando bons frutos. “Essa estratégia vem fazendo com que cada vez mais empresas invistam no setor. Ele lembrou que o segmento é o que mais gasta, quase o dobro de um turista heterossexual e que a captação do evento da IGLTA é o reconhecimento de que o país encontra-se preparado para receber turistas LBGTs de todo mundo. 

Já a Organização Mundial do Turismo (OMT) representada por Peter Jordan, responsável pelo estudo que será apresentado nesta quinta-feira, dia 19, durante a Fitur, antecipou alguns detalhes e resultados do mesmo. Segundo ele, um dos motivos para o crescimento do setor foi a legalização da união estável de homossexuais e que isso foi a melhor propaganda que o Brasil poderia ter feito. “Com isso, as viagens de lua de mel transformaram-se em um mercado que envolve milhões de dólares por ano.” 

Ele também destacou a importância do Rio de Janeiro e de Santa Catarina no cenário mundial. E complementou dizendo que todos devem estudar o segmento já que o turista homossexual não deseja apenas comprar produtos destinados ao segmento. 

O organizador do seminário LGBT na Fitur, Juan Pedro Tudela, da New Age Consulting, encerrou as apresentações dizendo que é necessário estudar o setor para conseguir números expressivos economicamente. Ele citou como exemplo a Espanha, que aprendeu com seus erros. De acordo com consultor, Madri que era a Capital Gay da Espanha perdeu espaço para Barcelona por falta de uma política concreta para o setor. Destacou, também, a importância do segmento para a economia local que em encontra-se em crise. 

“Atualmente, Madri voltou a se desenvolver na área. Sua semana Gay já gera 2 milhões de euros devido a estudos para revitalizar o segmento na cidade. Foram realizadas treinamentos. O nicho possui muito dinheiro e não pode ser desprezado”, concluiu.

Fonte: Mercado de Eventos

Um comentário:

  1. Este blog é uma representação exata de competências. Eu gosto da sua recomendação. Um grande conceito que reflete os pensamentos do escritor. Consultoria RH

    ResponderExcluir