quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Ministro Carlos Ayres Britto é o Homem do Ano


 O Ministro do Supremo Carlos Ayres Britto é, pelo menos aqui para este blogueiro, o homem do ano. Ele relatou o processo que culminou com a permissão da união civil homoafetiva no Brasil e fez mais: em um discurso emocionante ao proferir sua decisão favorável, deu tapas e mais tapas na cara de quem ainda acredita numa sociedade heteronormativa, patriarcal, branca e desigual. Os outros Ministros do Supremo seguiram o voto do relator e são, todos eles, responsáveis por esse inegável avanço da sociedade brasileira. 

Na última quinta-feira, ele abriu a 2a. Conferência Nacional LGBT em Brasília com outro discurso da mais íntegra razão: “para minha felicidade, enquanto desfilava pela passarela da nossa Constituição, só encontrava provas que é um absurdo a pessoa ser mais ou menos por causa da sua orientação sexual”, discursou. No mesmo dia ele recebeu das mãos da Ministra Maria do Rosário o prêmio Direitos Humanos na categoria Garantia dos Direitos da População de LGBT do Governo Federal. 

O ministro vai assumir a presidência do Supremo em maio próximo e será dele a condução de algumas decisões que mexerão com todos os brasileiros (como o direito ao aborto). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário