segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Neo-fascistas revelados buscam um líder




João CostaNão bastasse a campanha orquestrada contra a democracia, eis que surge o deputado Jair Bolsonaro em cena para mais uma provocação política Da tribuna, Bolsonaro questionou a orientação sexual da presidenta Dilma Rousseff. Durante seu discurso na tribuna da Câmara, o parlamentar não se limitou a criticar as medidas políticas anti-homofóbicas do governo, como de costume, e soltou: “Dilma Rousseff, pare de mentir! Se gosta de homossexual, assuma! Se o seu negócio é amor com homossexual, assuma, mas não deixe que essa covardia entre nas escolas do primeiro grau!”. A frase foi dita após a apresentação de mais um kit anti-homofobia desenvolvido pelo Ministério da Educação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário