quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Uberlândia tem primeira professora transexual reconhecida pelo estado


Ela nasceu Marcos Nogueira, mas sempre se sentiu Sayonara. Fotos de quando tinha seis anos e depois na faculdade demonstram a transexualidade. Assumir essa condição não foi fácil, há oito anos ela começou um tratamento terapêutico a base de hormônios para modificar o corpo. E enquanto se prepara para a cirurgia de mudança de sexo, a professora comemora a conquista de ter o direito de tirar o nome social do parênteses no registro da escola. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário