domingo, 2 de outubro de 2011

Rússia: Polícia prendeu 40 manifestantes anti-gay e ativistas dos direitos dos homossexuais

Parada gay acaba com 40 pessoas detidas

A polícia russa anunciou hoje ter detido sábado 40 manifestantes anti-gay e activistas dos direitos dos homossexuais durante uma parada no centro de Moscovo.
A manifestação de sábado foi um dos poucos eventos da comunidade gay aprovados pelas autoridades.
Nos últimos anos, várias iniciativas para organizar eventos da comunidade homossexual em Moscovo ou outras cidades da Rússia foram travados pela polícia, pela igreja ortodoxa e por aficionados de futebol.
O porta-voz da polícia de Moscovo, Anatoly Lastovetsky confirmou a detenção de 40 pessoas e disse que as autoridades estão agora a determinar quais dos detidos faziam parte do protesto e quais eram aqueles que pretendiam travar a marcha.
Durante a marcha diversos homens foram vistos a tentar atingir os manifestantes com tomates e a mostrar cartazes com dizeres pejorativos contra a homossexualidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário