sábado, 22 de outubro de 2011

Alagoas ganha a primeira igreja para lésbica, gay e bissexual


Depois de conquistar na Justiça o direito de formalizar uma relação homoafetiva, de adotar crianças e de herdar direitos previdenciários, a comunidade alagoana de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trangêneros (LGBT) contabiliza mais uma vitória na luta pelo fim do preconceito. Isso porque, desde meados deste ano, o Estado possui uma igreja criada exclusivamente para acolher pessoas que sentem desejo pelo mesmo sexo, já que ao contrário das demais, nela os homossexuais não são vistos como pecadores ou indignos de buscar a salvação eterna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário