quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Polícia descarta homofobia em morte de vendedor



A delegada Sílvia Pauluzi, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), descartou, nesta quarta-feira (21), a hipótese de crime de homofobia no assassinato do vendedor de perfumes Umbelino Silva Nascimento, o “Belo”, 50. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário