quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Policiais gays e lésbicas formam rede para lutar contra homofobia




Policiais, agentes penitenciários, vigilantes ou outros profissionais que atuam na área de segurança pública e que assumiram publicamente a homossexualidade resolveram se unir para lutar contra a homofobia. Para isso, criaram a Rede Nacional de Operadores de Segurança Pública LGBT (Renosp-LGBT), que hoje conta com 50 integrantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário