terça-feira, 30 de agosto de 2011

Grupo gay denuncia MTV por premiar letra homofóbica de rapper


O grupo ativista GLAAD (sigla em inglês para aliança dos gays e lésbicas contra a difamação) publicou um comunicado em seu site oficial no qual contesta o prêmio concedido pela MTV ao rapper Tyler, the Creator, no VMA, no último domingo.

No começo do ano, o GLAAD já havia atacado Tyler e o grupo a qual ele pertence, o Odd Future, por misoginia e homofobia em suas letras.

Tyler venceu na categoria revelação com o vídeo da música "Yonkers", cuja letra seria homofóbica.

Há um trecho na música, por exemplo, em que Tyler diz: "Vou derrubar o avião daquele negro bicha B.o.B e esfaquear Bruno Mars em seu maldito esôfago e não vou parar até os policiais me impedirem", se referindo a dois músicos famosos nos Estados Unidos.

No comunicado, o grupo diz que Tyler "escreve algumas das músicas mais violentas anti-gays e misóginas que estão ganhando reconhecimento da massa".

"A MTV e outros canais deveriam educar seus telespectadores que a homofobia e a misoginia não têm espaço hoje na música", continua o comunicado.

Tyler e seus representantes ainda não responderam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário