domingo, 10 de julho de 2011

Novo bispo afirma que se empenhará também na resolução de questões sociais

Ele frisa que o assunto não deve prejudicar a democracia, seja das partes contrárias ou favoráveis a questão. “A lei da homofobia é algo também que precisa ser discutido. Todos merecem respeito, mas é incoerente dizer que uma pessoa que não aprove a união homossexual não possa manifestar sua opinião sem o risco de ser preso por até dois anos”, alerta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário