terça-feira, 12 de julho de 2011

Lésbicas vivem sob notável liberdade na China


A China tolera as lésbicas, mas as pressiona a se casarem com homens. Pouco depois de conhecer Charlene Lee, a sua namorada, Wu Zheng a chocou ao beijá-la em uma rua de Pequim. "Eu disse: "O quê, vocês fazem isso aqui?"", lembra-se Lee, 30. "Eu sou de Cingapura, e nós somos conservadores. Há esse medo constante." 

Nenhum comentário:

Postar um comentário