sábado, 23 de julho de 2011

Juíza assume união homoafetiva e se casa com outra mulher




É o primeiro caso no Brasil em que uma magistrada assume sua relação homoafetiva. Sônia Maria Mazzetto Moroso, da 1ª Vara Criminal de Itajaí (SC), casou-se com a servidora municipal Lilian Regina Terres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário