terça-feira, 26 de julho de 2011

25/07/2011 - Maringá: empresário gay denuncia homofobia de PM a luz do dia em praça pública



Na sexta-feira do dia 15, Leandro Aparecido da Silva, 29, dono da boate gay em Maringá estava com duas amigas, Josiane (24) e Raiana (18) na praça Raposo Tavares, no Centro de Maringá, quando foram abordados por uma patrulha da Polícia Militar. Era no meio da tarde e os amigos haviam saído de um velório quando policiais armados iniciaram um procedimento padrão de abordagem. Os três estavam sentados na praça quando os policiais chegaram e fizeram a tradicional "batida".

Nenhum comentário:

Postar um comentário