quarta-feira, 8 de junho de 2011

UNIÃO HOMOAFETIVA


Por Tâmara Barros

O principal argumento daqueles que se opõem, em todos os municípios, é de que a união homossexual é condenada pela igreja (44,1%). Vale notar que, no município de Vila Velha em especial, 64,2% concordam com esse argumento. Já entre os entrevistados que são favoráveis à legalização da união estável ou casamento civil entre homossexuais se destaca a concepção de que as pessoas são livres para se unir com quem desejarem (com 66,3% de citações); no município de Vitória, 75,5% concordam com esse argumento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário