quinta-feira, 2 de junho de 2011

Tribunal de Contas investigará desperdício com kit anti-homofobia


A iniciativa foi proposta pelo atual ministro-relator das contas do MEC, José Jorge. Segundo ele, o TCU não deve fazer considerações sobre o conteúdo do material, composto por vídeos para exibição nas instituições de ensino, mas tem obrigação de fiscalizar o custo.  “A escolha da política pública deve ficar sob a responsabilidade do Congresso Nacional e do Poder Executivo”, frisou, completando que "situação distinta ocorre se houver desperdício de recurso público".

Nenhum comentário:

Postar um comentário