quarta-feira, 15 de junho de 2011

Para ativistas, gays continuam proibidos de doar sangue


A Portaria 1.353 publicada pelo Ministério da Saúde nessa segunda-feira sobre Procedimentos Hemoterápicos estabelece que a orientação sexual (hetero, bi ou homossexualidade) não deve ser usada como critério para seleção de doadores de sangue. Porém, a mesma portaria considera inaptos temporariamente à doação os homens que fizeram sexo com outros homens e/ou as parceiras sexuais deles. O impedimento é pelo periodo de 12 meses após a relação sexual. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário