segunda-feira, 20 de junho de 2011

OAB diz que decisão de juiz sobre união gay em Goiás é "retrocesso moralista"

Do UOL Notícias* 
Em São Paulo
O presidente em exercício da OAB nacional, Miguel Cançado, divulgou nota neste domingo (19) afirmando ser “um retrocesso moralista” a decisão do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal e Registros Públicos de Goiânia, Jeronymo Pedro Villas Boas, de anular o registro de uma união gay no Estado. Esta foi a primeira tentativa de um casal homossexual se unir oficialmente em Goiás após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de reconhecer a união estável entre gays.

Nenhum comentário:

Postar um comentário