quarta-feira, 15 de junho de 2011

Mais polêmica com ‘time’ dos evangélicos


O vereador Val Freitas (PTB), que apresentou a moção, diz que propostas dariam “superpoderes” a gays
Com 6 vereadores ausentes, uma moção de cunho religioso foi aprovada por 9 votos na Câmara de Jundiaí contra o chamado kit antihomofóbico do Ministério da Educação, suspenso pela presidente Dilma Rousseff (PT).

Nenhum comentário:

Postar um comentário