quinta-feira, 9 de junho de 2011

Grupo LGBT tucano aciona partido contra evangélico do PSDB


A declaração do presidente da Frente Parlamentar Evangélica (FPE), deputado João Campos (PSDB-GO), de que o apoio a Antonio Palocci foi usado como barganha pelos religiosos contra o kit anti-homofobia do Ministério da Educação, provocou a reação do Diversidade Tucana, núcleo de diversidade sexual do PSDB. O grupo vai acionar a direção do partido para questionar a postura do parlamentar. A ideia é pedir uma posição da sigla sobre o caso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário