quinta-feira, 19 de maio de 2011

Professora transexual: educador não quer discutir homofobia


Professora transexual: educador não quer discutir homofobia

Para a transexual Marina Reidel, professora de artes e ética de um colégio público de Porto Alegre (RS) e mestranda em educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o maior problema está relacionado à falta de interesse dos profissionais em discutir o tema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário